Inicial » Esportes » Dirigente do Vélez diz que já tem acordo verbal com o Atlético por atacante Lucas Pratto

Dirigente do Vélez diz que já tem acordo verbal com o Atlético por atacante Lucas Pratto

Negócio teria sido firmado em 5 milhões de dólares, segundo Alvaro Balestrini

Alvaro Balestrin

Alvaro Balestrin

O secretário-geral do Vélez Sarsfield, Alvaro Balestrini, pôs fim ao silêncio do clube argentino em relação à venda do atacante Lucas Pratto ao Atlético. Em entrevista à Rádio Cadena Eco, o dirigente afirmou que possui um acordo verbal com o Galo.

“Sim, sim, está muito perto. Ainda não se concretizou, mas está quase tudo acertado de palavra.  Ainda não assinamos as coisas, mas está tudo quase certo”, disse.

Detalhes do valor combinado para a compra também foram ratificados pelo diretor, e conferem com os divulgados nos últimos dias pela imprensa argentina.

“Eles pagariam em torno de US$ 5 milhões e teríamos 20% de uma futura venda”, completou.

O Superesportes entrou em contato com Gustavo Goñi, empresário de Pratto e que acompanha as negociações com o Vélez. O agente revelou que o vínculo será de quatro anos, um a mais do que o divulgado anteriormente, mas colocou empecilhos quanto a uma solução rápida para a assinatura do contrato.

“Falta terminar de definir os detalhes. Mas, às vezes, os detalhes são as coisas mais difíceis de se solucionar. O contrato será de quatro anos”, destacou.

Indagado qual seria o futuro de Pratto se não fosse o Atlético, o empresário citou como exemplo o futebol mexicano, porém, voltou a frisar que os planos do jogador passam por Belo Horizonte. “O León é umas das possibilidades, mas o desejo do Lucas (Pratto) é de jogar no Atlético”.

Balestrini afirma ainda que a vontade de Pratto em vestir a camisa alvinegra pesou nas tratativas. O Vélez chegou a ser procurado por outros clubes, como Flamengo e León, do México, mas o atacante insistiu em se transferir para o Atlético.

“Lucas nos pediu, que queria jogar lá, nesse time, e merecia essa oportunidade por tudo que deu ao Vélez, por tudo que havia lutado, ainda que em condições não tão favoráveis, mas nesse momento Vélez precisava de dinheiro, acima de todas as coisas, assim que estamos perto de concretizar isso”.

O Atlético se resguarda quanto à transferência de Pratto. O presidente do clube, Daniel Nepomuceno, retornou contato da reportagem e afirmou que ainda não há um desfecho. “O contrato ainda não foi assinado, estamos aguardando”, disse ao Superesportes.

Super Esportes