Inicial » Esportes » Reservas do Atlético dominam o Botafogo, mas falham nas finalizações e empatam sem gols

Reservas do Atlético dominam o Botafogo, mas falham nas finalizações e empatam sem gols

Galo encerra o Campeonato Brasileiro na quinta colocação, com 62 pontos

Carlos foi o único titular escalado pro Levir Culpi desde o início no confronto com o Botafogo em Brasília

Carlos foi o único titular escalado pro Levir Culpi desde o início no confronto com o Botafogo em Brasília

Sem os principais jogadores, que receberam férias antecipadas, o Atlético encerrou o Campeonato Brasileiro com empate diante do Botafogo, por 0 a 0, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. A equipe alvinegra teve o controle do jogo, mas falhou nas finalizações.

O Galo chegou à última rodada já com vaga assegurada na fase de grupos da Copa Libertadores, enquanto o Botafogo sem chances de evitar o rebaixamento para a Série B. No jogo com aparência de amistoso, o técnico Levir Culpi levou apenas três titulares a Brasília, dando espaço a jogadores próximos ao fim de contrato, como Josué e Pedro Botelho, e jovens, como Eduardo e Dodô.

Embora tenha entrado em campo com os reservas, o Galo dominou as ações. Apoiados na velocidade de seu ataque, os comandados de Levir Culpi estiveram próximos de abrir o placar em várias oportunidades, mas pecaram na finalização.

Pedro Botelho chegou a balançar as redes, mas de forma irregular. O lateral-esquerdo utilizou a mão para fazer o gol que foi anulado. A melhor chance no primeiro tempo veio com o único titular escalado por Levir Culpi. Em rápido contra-ataque, Carlos invadiu a área, limpou para o meio, mas bateu por cima.

Na etapa final, o Galo voltou a sofrer com falhas diante do goleiro botafoguense. Marion acertou a rede pelo lado de fora, enquanto Dodô chutou rente à trave direita. Pierre, de fora da área, e Carlos, de cabeça, também tiveram chances.

Enquanto o Atlético desperdiçava oportunidades, o Botafogo se queixava da arbitragem. Jemerson, que havia substituído Revér, recebeu cartão amarelo ao parar contra-ataque dos cariocas, que protestaram com pedidos por expulsão.

Botafogo x Atlético

Botafogo
Helton Leite; Régis, Dankler, André Bahia e Fabiano; Marcelo Mattos, Airton e Gabriel; Murilo (Gegê), Yuri Mamute e Bruno Corrêa
Técnico: Vágner Mancini

Atlético
Uilson; Alex Silva, Tiago, Réver (Jemerson) e Pedro Botelho; Pierre, Josué e Eduardo; Marion, Carlos e Dodô
Técnico: Levir Culpi

Motivo: 38ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 7 de dezembro (domingo)
Estádio: Mané Garrincha, em Brasília

Árbitro: Manuel Nuno Lopes Garrido (BA)
Assistentes: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Risley Pinheiro Martins (DF)
Cartões amarelos: Pedro Botelho, Eduardo e Jemerson (Atlético); Fabiano e Marcelo Mattos (Botafogo)

Pagantes: 3.694
Renda: R$ 264.120,00

Super Esportes