Inicial » Esportes » Torcidas organizadas serão monitoradas para evitar brigas no duelo entre Atlético e Cruzeiro

Torcidas organizadas serão monitoradas para evitar brigas no duelo entre Atlético e Cruzeiro

PM vai vigiar redes sociais para detectar possíveis marcação de encontro entre as agremiações. Policiamento será reforçado em Belo Horizonte para a final da Copa do Brasil

Anúncio da estratégia para o clássico foi feito na tarde desta terça-feira

Anúncio da estratégia para o clássico foi feito na tarde desta terça-feira

As torcidas organizadas do Atlético e Cruzeiro serão monitoradas desde as primeiras horas desta quarta-feira pela Polícia Militar. A medida será tomada para evitar confrontos em Belo Horizonte e na região metropolitana no dia em que as duas equipes disputam o segundo e decisivo jogo da Copa do Brasil no Mineirão. O plano do policiamento, que será reforçado em toda a cidade, foi divulgado na tarde desta terça-feira. Os atleticanos que vão ao estádio terão que se concentrar no Mineirinho. De lá, serão escoltados até as arquibancadas. 

Para tentar impedir o encontro de integrantes de torcidas organizadas dos dois times, a PM vai monitorar as redes sociais. O acompanhamento também acontecerá através das câmeras do sistema Olho Vivo nos principais pontos de encontro de torcedores, como a Savassi, Praça Sete e Praça da Estação. 

As torcidas organizadas Galoucura, Pavilhão Independente, e Máfia Azul, seguem punidas pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) por causa de confusões em jogos anteriores. Por causa disso, além das pessoas não poderem entrar no estádio com as vestimentas das agremiações, os integrantes têm de ficar a uma distância de cinco quilômetros do Mineirão. 

Para garantir a segurança dos torcedores, três mil policiais reforçarão o policiamento na cidade. Dentro do estádio, serão 600 militares. “A PM vai exercer a autoridade dentro da lei”, afirmou o tenente-coronel Ricardo Machado, comandante do Comando de Polícia de Eventos (CPE). No Independência, onde telões transmitirão a partida, também haverá presença da PM. 

Entrada no Mineirão

Os torcedores do Atlético que comprarem ingressos para irem ao jogo devem se dirigir até o Mineirinho. O acesso deles ao Mineirão só será feito pela passarela que liga os dois pontos. Os atleticanos vão se concentrar no ginásio e passarão por duas revistas antes de seguirem até as arquibancadas. O acesso será feito sem que os torcedores das duas equipes tenham contato visual. Para isso, tapumes serão colocados no entorno do elevado sobre a Avenida Abrahão Caram. A via também terá gradeamento em suas laterais e toda extensão.

A PM pede que o acesso dos atleticanos ao Mineirinho seja feito pela orla da Lagoa da Pampulha. O estacionamento do ginásio poderá ser usado, exclusivamente, pelos torcedores do Atlético. Três ônibus serão disponibilizados para a torcida. Os veículos vão sair da Praça da Estação com escolta. “Estamos fazendo tudo para evitar o contato dos torcedores, já que, não temos o respeito pela opção de um e de outro”, comentou a Coronel Claudia Romualdo, comandante do policiamento da capital. 

Os portões do Mineirão serão abertos às 19h. A PM aconselha que os torcedores entrem com no mínimo 40 minutos de antecedência para evitar tumultos. Conforme a corporação, no último jogo no estádio, quando faltavam 17 minutos para o início do confronto entre Cruzeiro e Goiás, aproximadamente 22 mil pessoas tentaram acessar o estádio, o que causou confusão. 

A saída também terá esquema especial, porém, as estratégias serão decididas dependendo do resultado do jogo. Os atleticanos serão escoltados.

Super Esportes