Inicial » Brasil/Mundo » Veja como fazer compras com segurança e economia na Black Friday

Veja como fazer compras com segurança e economia na Black Friday

Entre os produtos que as pessoas mais pretendem comprar na Black Friday estão os celulares e outros produtos eletrônicos; confira

Black Friday promete superar vendas de 2013

Black Friday promete superar vendas de 2013

A Black Friday já é uma das datas mais esperadas pelo consumidor brasileiro para comprar diversos produtos com um desconto muito atrativo e no próximo 28 de novembro ela estará de volta. O dia em que o varejo abaixa os seus preços surgiu nos Estados Unidos mas chegou no Brasil apenas em 2010, e desde então seu sucesso só tem crescido.

Nas primeiras edições do evento no Brasil algumas reclamações foram muito comuns, desde sites não suportando a quantidade de acessos, compras que não conseguiram ser concluídas e ofertas maquiadas. Porém, cada vez mais órgãos estão prontos para fiscalizar e evitar esses problemas, trazendo mais segurança para os consumidores.

Fugindo das fraudes na Black Friday – Apesar da alta precaução contra fraudes, o consumidor também pode tomar algumas medidas para se proteger contra propagandas enganosas nesse dia. Uma das maneiras de evitar cair em armadilhas é pesquisar antecipadamente o preço daqueles itens que você gostaria de comprar na Black Friday, assim você saberá se houve um desconto real. Uma outra dica é procurar por cupons de desconto e comparar qual é a melhor oferta, ou até mesmo se é possível unir as duas ofertas.

É “normal” também que lojas disponibilizem poucos itens daqueles produtos que são mais procurados ou que possuem um preço mais atrativo. Isso faz com que eles se esgotem mais rapidamente e estimule o consumidor a comprar um item semelhante, mas que tenha condições de preço diferentes.

Os produtos mais procurados – Entre os produtos que as pessoas mais pretendem comprar na Black Friday estão os celulares e outros produtos eletrônicos, de acordo com uma pesquisa do site Mercado Livre. Em seguida na intenção de compras estão as peças de vestuário, as TVs de LED, notebooks e eletrodomésticos, especialmente as geladeiras. O levantamento também apontou que 30% dos consumidores estão dispostos a gastar mais de R$ 500, o que poderá fazer com que a Black Friday chegue a marca de R$ 1 bilhão pela primeira vez no Brasil.

O Tempo